O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.+55 (11) 3266-6088

Blog

Manter o sistema operacional atualizado ajuda na prevenção a ransomwares

Segundo dados da IBM, em 2016 o número de novos ransomwares aumentou em 6.000% quando comparado com 2015.

O ransomware é um tipo de invasão que impede o usuário de acessar seus dados e cobra um resgate financeiro da vítima para recuperar esses arquivos.

 

O ransomware é um tipo de invasão que impede o usuário de acessar seus dados e cobra um resgate financeiro da vítima para recuperar esses arquivos. Apesar de não ser algo tão novo entre os profissionais de segurança, a população geral teve o seu primeiro contato com o termo em maio deste ano, quando um novo ataque, de um ransomware chamado WannaCry, comprometeu milhares de computadores em mais de 150 países. Nesta terça-feira, novos ransomwares derivados, o Petya e o Cryptolocker, voltaram a atacar.

Como explica o analista de segurança do Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS) Rildo Souza, o que o fez esses ransomwares tomarem proporções tão grandes é sua forma de se disseminar. “Eles exploram uma vulnerabilidade do protocolo que é utilizado para compartilhamento de arquivos e impressoras no sistema operacional Microsoft Windows. Uma vez explorada essa vulnerabilidade, o computador é infectado e todos os arquivos do usuário são cifrados. Ao infectar uma única máquina na rede corporativa, por exemplo, o malware se espalha automaticamente para as demais. Assim, basta que o sistema operacional de um computador não esteja atualizado para que ele seja infectado”, afirma.

Segundo Souza, para se prevenir de ataques como este, manter o sistema operacional atualizado é uma das medidas a serem tomadas. Segundo ele, a vulnerabilidade explorada por ataques como o WannaCry teve uma correção disponibilizada pela Microsoft em março, quase dois meses antes do ataque. No entanto, muitos administradores de sistemas não aplicaram essa correção, deixando redes inteiras vulneráveis. “Estima-se que novos ataques ransomware seguirão o modelo de disseminação utilizado pelo WannaCry, visto que, dessa forma, é possível ter um maior alcance e obter mais dinheiro que o modelo anteriormente utilizado”, explica.

Como evitar esse tipo de ataque?

O CAIS recomenda as seguintes medidas para se proteger desse tipo de ameaça:

- Usar um sistema operacional atual e com as atualizações automáticas ativadas;

  • Utilizar um sistema anti-malware atualizado;
  • Não abrir anexos ou clicar em links recebidos de remetentes desconhecidos;
  • Fazer cópias de segurança dos arquivos do computador com frequência (backup);
  • Manter ativas as configurações de Firewall do computador.

Ações do CAIS para reforçar a segurança

O CAIS teve papel de destaque no apoio às universidades e instituições de ensino e pesquisa usuárias da rede acadêmica, administrada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Em 19 de abril, por meio de seu serviço de alertas de segurança, divulgou a correção para a vulnerabilidade no serviço SMB, da Microsoft, a mesma explorada pelo Wannacry.

Desde 2008, a RNP disponibiliza para consulta todas as fraudes identificadas pelo CAIS sobre os principais golpes que estão em circulação. Para reportar fraudes sobre os links maliciosos e páginas falsas de instituições, basta enviar um e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

Sobre a RNP - qualificada como uma Organização Social (OS), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) é vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) e mantida por esse em conjunto com os ministérios da Educação (MEC), Cultura (MinC), Saúde (MS) e Defesa (MD), que participam do Programa Interministerial RNP (PI-RNP). Pioneira no acesso à internet no Brasil, a RNP planeja, opera e mantém a rede Ipê, infraestrutura óptica nacional acadêmica de alto desempenho. Com Pontos de Presença em 27 unidades da federação, a rede conecta 1.522 campi e unidades nas capitais e no interior. São mais de 4 milhões de usuários, usufruindo de uma infraestrutura de redes avançadas para comunicação, computação e experimentação, que contribui para a integração dos sistemas de Ciência e Tecnologia, Educação Superior, Saúde, Cultura e Defesa. 

www.rnp.br

 

Soluções integradas e desenvolvidas para cada cliente.

Entre em Contato

Avenida Paulista, 509 - Conjunto 602 - São Paulo - SP - Cep.: 01311-000

SGAS - Quadra 902 - SUL - GB - Bloco A

Sala 206 - Edifício Athenas – Lote 74 - Brasília - DF

Avenida Passos, 91, sala 507 - Centro - Rio de Janeiro - RJ

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefones

São Paulo - 55 (11) 3266-6088
Rio de Janeiro - 55 (21) 2204-3230
Brasilia - 55 (61) 3033-6088

kamagra kaufen cialis online viagra wien viagra bestellen cheap cialis australia kamagra oral jelly australia kamagra australia viagra australia kamagra prix cialis 20mg viagra générique cialis prijs viagra pillen viagra voor vrouwen kamagra gel viagra prijs